23.1.09

Das dores

(...)
"- Porra! - gritou Amarante, que começava a colocar a roupa no baú, pensou que ela tinha sido picada por um escorpião.
- Onde está? - perguntou alarmada.
- O quê?
- O animal! - esclareceu Amaranta.
Úrsula pôs o dedo no coração.
- Aqui - disse."

[Cem anos de Solidão: Gabriel García Márquez - p.242]

...

17 comentários:

  1. é. existe um animal dificil de controlar aqui dentro.
    obrigada pelos parabéns.
    =*

    ResponderExcluir
  2. Olá. Achei teu blog muito interessante mesmo. Simples e simpático.

    ResponderExcluir
  3. O mais terrível animal, o mais temido...

    lindo dia flor
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Adorei seu blog.
    Delicado, profundo...
    Parabéns !
    Quando der visite o meu :

    http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

    Beijo !
    Solange Maia

    ResponderExcluir
  5. animal, eu nunca pensei em chamá-lo assim...
    .
    beijo
    .

    ResponderExcluir
  6. Nossa...profundo.
    Obrigado pela visita...

    ResponderExcluir
  7. Valeu o elogio ao lay..e a sminhas mudanças maluquíssimas!
    beijos

    Ahh..vou te linkar ok?

    Dani faxina

    ResponderExcluir
  8. te deixei um selo no meu blog

    http://raciocinioquebrado.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Úrsula foi muito sensível ao pôr o dedo no coração... tem muito de verdade nisso... muito mesmo.

    um ótimo dia pra vc moça!
    bjos,
    muah! =*

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)