19.1.09

Olhares

O olhar demonstrava medo, as mãos posicionadas sobre a cabeça revelavam um momento de desespero e emoção. Era jovem ainda, porém já passava da casa dos 30 e possuia poucos fios brancos escondidos entre as mechas de cabelo. A pessoa com a qual conversava ao telefone parecia ter desligado, mas ele continuava esperando..

A cidade não parou para ouvir as suas mágoas. As pessoas ao lado não percebiam o que estava acontecendo ou fingiam não perceber. O sinal, que até então estava fechado, abriu enquanto as lágrimas pousavam sobre o seu rosto. Ele, no entanto, permaneceu no mesmo lugar.

Ninguém sabe o que realmente aconteceu.

...

3 comentários:

  1. e não saberão se não puderem conversar entre si
    ouvirem os dois e principalmente a si mesmos
    é preciso saber o que se sente.

    infelizmente o mundo naum para por nós
    temos que aprender a seguir
    e mts vezes somos nós q secamos nossas lágrimas
    até pq precisamos aprender a sec´-las sozinha.

    beijos

    ResponderExcluir
  2. as pessoas ao lado sempre percebem o que se passam. te olham, percebem tua dor e continuam andando. te linkei no meu. :*

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)