28.3.09

Largos Passos

A já esperada água, tão fria, enxarcou a minha roupa e a minha alma. A pequena correnteza que inundaria a calçada não impediu que meus pequenos passos largos fossem dados. Eu aceitei todos os riscos e mesmo tendo consciência de todas as possibilidades, arrisquei.
A chuva caiu e os caracóis amadeirados se desfizeram ao se molhar, mas mesmo vendo as nuvens negras do céu, meus pequenos passos foram dados. A rotina se desfez mas os olhos, com suas falsas lágrimas de chuva, estavam cheios de sol.
...

4 comentários:

  1. 'falsas lágrimas de chuva'
    que bonito (:

    ResponderExcluir
  2. que bom poder caminhar sem pressa e sem medo na chuva :*

    e sol na chuva, faz bem ao coração.

    beijo*

    ResponderExcluir
  3. ás vezes é preciso apenas arriscar

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Me fez sorrir agora...
    Estou lembrando como é bom ter olhos cheios de sol, que nem a chuva apaga.

    um abração querida.
    até mais!
    Tati.

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)