7.7.09

Sehnsucht

Em volta, rostos estranhos. Dentro de mim, uma dor inexplicável ao voltar para casa. Lágrimas incontroláveis, uma dor gigantesca e o compromisso com um amor puro que precisava partir. Eu precisava chegar antes que ela morresse. No fundo, eu sentia que ela só iria em paz depois que se despedisse de mim. A minha volta, ninguém sabia o que se passava mas a dor era perceptivel.

[...]

Nossa última conversa, dolorosa para as duas. Ela sentia dores físicas e eu sentia a dor da morte, de ter que me separar de uma criatura, um bebezinho, que só me trouxe carinho e alegria. Não houve tempo, ela partiu antes mesmo que eu pudesse evitar tamanho sofrimento. Partiu enquanto eu acariciava o seu corpinho frágil e branco como neve. Partiu

[...]

Ontem a minha estrelinha foi brilhar no céu.

...

4 comentários:

  1. Que ela brilhe forte e assim continue com você.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Com tanto amor entre vocês, ela jamais irá embora de verdade enqto esse amor existir! Beijos!

    ResponderExcluir
  3. essa é a mágica de se ter um animalzinho, a lembrança nunca morre, nem o tanto que se compartilhou. dizer adeus é sofrido, mas é hora de lembrar dos momentos felizes :)

    ela estará sempre com você.

    besitos*

    ResponderExcluir
  4. é o texto mais triste que já li...bem me parecia que a noite estava mais brilhante!

    obrigada pela visita e pelas palavras tão carinhosas :)
    beijinho*

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)