17.6.10

Das Utopias

"Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas!" Mário Quintana



Um trecho de Quintana no livro
Entre a ciência e a sapiência
, do Rubem Alves.

4 comentários:

  1. ah, meus caminhos são cheios de estrelas.

    ResponderExcluir
  2. Ahh o velhinho Mário..
    Adorooo!
    Caminhos e estrelas...
    bem...poético e fundamental
    beijos

    Faxina

    ResponderExcluir
  3. talvez sejam as coisas mais inatingíveis que eu sempre quero :D

    ResponderExcluir
  4. esse poema é um dos lemas da minha vida.
    lindo lindo lindo.
    acho que li com uns 11 anos e nunca mais esqueci, fica no coração.

    beijo flor

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)