30.7.10

Comprovantes

Enquanto reviro a bolsa procurando as chaves, cai um bilhete no chão. No papel amarelo do comprovante de pagamento do café que você tomou, leio as palavras doces que você um dia me escreveu. Esse papelzinho não sai da minha bolsa.


"Meu amor, não fique triste. É só um dia ruim para toda uma vida linda com amor ao meu lado. Te amo muito!"


Com esse comprovante, os meus dias são sempre bons.

23.7.10

Vinte e Três

Ouvi a sua voz pela primeira vez há sete anos e nem imaginava o que aconteceria alguns meses depois. Entre degraus, palavras e música, sete anos.


Hoje também é nosso aniversário.

14.7.10

Descaminhos

Eu cansei de traçar caminhos, quero apenas caminhar.

4.7.10

Outra era

"Quando a vida me leva pra longe do meu bem
Fico parecendo um trilho onde não passa trem
Olho pro céu o céu é mais além
Miro o espelho e não vejo ninguém
Tambor dentro do peito, coração manera
Pára de chover que já é primavera
A manhã já vem e parece quimera
Mera fantasia de quem só espera
Se eu não morrer eu vou te ver‘manhã depois em outra era
Em Tel Aviv, Bagdá, Brasília
A saudade ilha
E quem dera eu fosse o mar, quem dera
Em Fortaleza, Pequim, Bora-Bora
A tristeza chora
Quem dera eu pudesse te beijar agora"



Outra Era: Ceumar
Composição: Fagner e Zeca Baleiro