25.1.11

Alegrias

"Sempre foram caladas as minhas alegrias, e por isso não soltei os gritos que me estavam no peito, que até hoje não pude deixar sair."


Saramago: A bagagem do viajante, p.23-24

3 comentários:

  1. me identifiquei demais, principalmente porque sou daquele tipo de pessoa que não deixa transparecer o que sente (muitas vezes de propósito)... e apesar de ser uma coisa boa, eu sinto que atrapalha um pouco a vida. :/

    ResponderExcluir
  2. Estou separando uns trechinhos ótimos desse livro. Saramago sempre me diz coisas fantásticas.

    Beijo!

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)