31.10.11

Dias e Dias


Eu gosto de acordar devagarinho, com calma. Gosto de sentir o calor do edredom enquanto vou abrindo os olhos preguiçosamente, tentando adaptá-los mais uma vez a luz do dia. Fico olhando para o teto durante alguns segundos intermináveis e depois eu olho para o lado. E dou um sorriso.

29.10.11

Regras

É simples. É uma das coisas que você lê e ouve todos os dias por aí, mas teima em não fazer. Espero que o segredo seja esse, de não deixar para o outro dia, de não adiar tudo mais uma vez para a segunda feira. Então a regra por aqui agora é essa: não adiar. E persistir.

25.10.11

Choices

Antes era mais fácil. Eu escrevia tudo naquele caderno e ia riscando cada meta alcançada. Quando dava certo, ótimo. Eu até comentava o êxito com quem achava que gostaria de saber da novidade e seguia em frente. Caso não desse certo, eu apenas adiava um pouquinho o prazo e recomeçava a luta outra vez até conseguir alcançar o que eu queria. Era mais fácil.

Hoje é diferente já que eu compartilho sonhos. Embora os nossos caminhos sejam diferentes, a estrada é praticamente a mesma. Eu tenho um compromisso comigo e com você, e os nossos sonhos são resultados daquilo que nós temos em comum. É impossível vencer sozinha, sem te ver vencendo também. E como eu me sinto feliz sabendo que estou colaborando para a construção de algo que é bom para mim, e principalmente para nós dois.

E você segue em frente, lutando do seu jeito e correndo contra o tempo e a corrente enquanto eu caminho com passos desajeitados, ainda frouxos e inseguros, mas esperançosos de chegar lá em cima, no topo. É difícil caminhar administrando os nossos cronômetros, mas aos poucos a gente consegue acertar o ritmo, o compasso.

Minha maior alegria ao caminhar é ver os seus olhos brilhando outra vez.

18.10.11

Detestamentos

Eu tenho uma mania detestável de olhar os meus defeitos com uma lupa e esconder as minhas virtudes na gaveta. É tão mais fácil enxergar o que está errado e fora do lugar, não é mesmo? Preciso urgentemente ser menos cruel comigo mesma.

13.10.11

Sobre a Cegueira

Não adianta. Sempre existirão aqueles dias cinzas, nos quais a gente vai duvidar da nossa força e da nossa importância. Mesmo sendo ruins, são eles que nos impulsionam a pensar no que pode ser melhorado e mudado, no que pode fazer a diferença. E, apesar do cinza, ele são importantes para que nós possamos escolher as cores dos próximos passos.


Menos de uma hora após a publicação do último texto, todo o cenário se modificou de uma maneira que eu não esperava. Uma surpresa. Eu fiquei feliz e maravilhada por ver que existem caminhos e que caminhar só depende do meu esforço. Lógico que eu já sabia disso, e você também, mas o problema foi aquela névoa que me cegou por alguns instantes. Todos nós temos momentos de cegueira mas o mais incrível é que a vida está no comando e a gente nem percebe. O moinho voltou a girar, ainda bem.

7.10.11

Ciclos

Mais uma vez eu cheguei à conclusão mais óbvia de sempre: estou andando em círculos. O pior é perder um tempo precioso tentando encontrar a peça fora do lugar e chegar sempre à mesma resposta. É nessa hora que você percebe que realmente tem alguma coisa errada. E tem.

Então, eu começo a achar que preciso voltar a ser mais prática. Decido traçar metas, fazer planos e tentar realizar aquilo que idealizei no papel. Depois caio em contradição, busco exatamente o contrário e, no final das contas nem uma e nem outra coisa me satisfaz. É nessa hora que começa a história de pensar que tem alguma coisa errada. E o ciclo começa outra vez.

4.10.11

Moendo Café

Acordei ouvindo aquela música que você gostava de ouvir aos domingos, e só nesses dias. Você acordava cedo e esperava até as nove para que o vinil pudesse nos acordar com festa. Era rotina acordar com os acordes de moendo café e caravana. Eu reclamava um pouco do seu barulho, mas logo me animava quando encontrava você cantarolando e rodopiando pela casa.

Era domingo aqui e eu acordei ouvindo a sua música na minha cabeça, insistentemente. Passei a manhã procurando na internet alguma que se parecesse mais com a que nós temos em casa. Liguei pra você para me certificar do nome da banda e da música e após vários minutos de conversa voltei para minha busca, mais esperançosa de encontrar a versão exata. Foi engraçado saber que meu irmão também havia ligado antes para fazer a mesma pergunta, incrível essa conexão.

Não encontrei a mesma música, mas encontrei uma muito parecida. Coloquei bem alto, do jeito que você fazia e ele se assustou um pouco quando me viu rodopiando e soluçando pela casa. Mas era felicidade. Eu sei que enquanto eu rodopiava aqui, você cantarolava por lá mãe. Era domingo.

1.10.11

Zum Geburtstag viel Glück

Espero que o seu desejo de hoje tenha sido o mesmo dos últimos anos. Tem dado certo. O presente, como sempre, sou eu que ganho: poder crescer com você.

Herzlichen Glückwunsch zum Geburtstag!
Ich liebe dich.