21.12.11

Branco

Essa folha em branco diz muito mais do que eu precisaria escrever. Os dias estão passando sem que eu me dê conta de onde os ponteiros do relógio estão. Tem sido assim, acordando e dormindo em um universo paralelo, tantas vezes irreal, que eu me assusto quando o sol ou a lua aparecem no céu. A verdade é que eu perdi o horário de tanto sonhar e eu preciso urgentemente colocar a mão na terra molhada, para poder colher bons frutos outra vez. A única coisa que cai do céu para mim é a chuva e as bênçãos que eu preciso para continuar nessa luta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)