11.8.12

Das prioridades

A casca envelhecida começa a se desprender e aos poucos volto a sentir a brisa fresca tocando a minha pele renovada. Isso me traz uma alegre sensação de liberdade e de vontade de sair de vez desse casulo, de tentar aproveitar o que ainda existe de verão e primavera lá fora. Minha cabeça velha finalmente consegue escutar as necessidades do meu corpo ainda jovem, e aos poucos, consegue se libertar de suas muitas prisões.

Eu tenho me entendido melhor comigo mesma, tenho tentado me descobrir e me aceitar do jeito que sou, com todos esses meus defeitos. Também tenho tentado melhorar em alguns pontos, todos muito importantes para a manutenção do meu bem estar físico e mental, e decidi que definitivamente começaria a cuidar melhor de mim.

Nessa pressa de reconquistar a minha vida, eu acabei nem percebendo o quanto eu estava me deixando de lado. Aquela pessoa desleixada não era eu. Aquela pessoa estressada, mal humorada, sem vaidade, feia e triste, definitivamente, não era eu. Deixar de lado pequenos detalhes fez com que eu quase me perdesse de mim, da minha essência, e perceber isso tudo me assustou.

Felizmente acordei a tempo e consegui identificar algumas falhas, o buraco negro que me sugava e me desviava do que deveria a ser minha prioridade: eu. Descobri que, apesar da rotina maluca, posso ter sim tempo demais para mim. É tudo uma questão de organização e de estabelecer algumas prioridades. O resto que se adeque, que se adapte e se encaixe na minha rotina. A vida é muito breve para perder tempo com coisas desnecessárias.

4 comentários:

  1. Ah, bom!
    Agora sim! Meu Deus! Que torpor! rs
    Cuide mesmo de você! Em poucas coisas no mundo nós somos insubstituíveis... infelizmente é uma das duras verdades da vida!
    Cuide de você, ponha uma maquiagem, corte o cabelo, arrume o cabelo e as unhas, não deixe de passar um creme bem perfumado no corpo. Esteja linda quando olhar no espelho.
    A primeira pessoa que tem que gostar de você é você mesma! Sorria para o espelho! Isso faz muita diferença até no modo como passamos a tratar as outras pessoas.
    Dê-se o direito de errar e de jogar fora o que ficou mal feito. Dê-se o direito de fazer mal feito de vez em quando. Sorria dos seus erros e perdoe-os, para poder perdoar os erros dos outros.
    Esteja sempre pronta para ser feliz, porque a felicidade são os pequenos momentos de cada dia. Sorria para eles.
    E é isso aí, menina! esteja feliz todos os dias, que estou aqui torcendo por isso!
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Keila, não tenho palavras para agradecer o seu apoio e a sua torcida.
      Muito obrigada mesmo por todo o carinho, pelas mensagens e por tudo.
      Tive uns dias tempestuosos, de conflitos internos, mas já me sinto renovada. :)

      Nem eu aguentava mais o baixo astral desse blog, aff. :P
      Chegou a hora de voltar a sorrir como antes.

      Um beijo!

      Excluir
  2. Beijo para você, querida!

    Tem uma coisa muito certa: para mudar o mundo, a gente precisa mudar primeiro o que somos. A gente se modifica e o mundo vai se modificando. É difícil, mas a gente sempre consegue melhorar um pouquinho aqui e outro ali... todo dia um pouquinho...
    A sua felicidade é sua. E só você pode fazê-la!

    (Ah, e uma coisa bem nada a ver: minha filha adorou os desenhos do seu blog. Ela é criança, mas é muito fashionista! adorou essas menininhas! Abraço forte! Tudo de bom para você, minha amiga!)

    ResponderExcluir
  3. É verdade. Concordo com a moça ali.
    Sempre sobra tempo quando se tem organização.
    Bjws"--"

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)