21.8.12

Tocando em frente

A casa está transformada. As janelas estão sempre abertas para aproveitar toda a luz natural que existe nesses dias ainda longos e todos os espaços agora vazios de móveis e utensílios estão inundados de sol. Por coincidência até as borboletas voltaram a nos visitar diariamente, mesmo com a inexistência de flores no nosso micro jardim nesse momento.

Enquanto observo todas essas pequenas mudanças radicais no ambiente, percebo também o quanto tudo isso influenciou em mim e em você, que voltou a cantar e a se divertir com violão, a sorrir, a ler em voz alta e a sonhar – quem diria! – com o mesmo brilho nos olhos de antigamente. Você se encontra e se reconhece nas suas leituras, nas suas referências e nos seus autores preferidos, e compartilha as suas reflexões e vontades comigo.

E nós refazemos os planos, as contas, os trilhos e voltamos a considerar novamente as possibilidades que um dia foram descartadas. E a gente volta a seguir de mãos dadas, sorrindo, com a certeza de que estamos trilhando caminhos diferentes, mas que nos levarão ao mesmo lugar.

Pouco importa a falta de móveis, de luxo, de taças, de quadros e de artigos de decoração. Nossa casa está cheia de sonhos, de alegria, de sorrisos, de música, de livros, de vontade de aprender, de coragem para arriscar, de amizade, de companheirismo, de sentimentos, de tranquilidade, de paz e de amor, muito amor. 


--
ps: pronto, fiquei brega outra vez.

5 comentários:

  1. Tuas palavras revelam a leveza que uma casa cheia de Amor pode oferecer. E como diria o poeta paraibano: "Coisas são só coisas, servem só pra tropeçar. Têm seu brilho no começo, mas se viro pelo avesso são fardo pra carregar."

    Bjos! =*

    ResponderExcluir
  2. E o que mais se pode querer quando se tem tudo isso debaixo do teto. Talvez o segredo seja tirar de dentro de casa tudo que impeça a felicidade de entrar pela porta, ou pelas janelas, tanto faz...

    Vamos abrir as portas, deixar o sol entrar, um dias as borboletas sempre voltam, ainda que só sobre uma pequena flor no quintal. É preciso cuidar do lar, pra que novas visitas venham, ou que os tempos bons voltem...

    Bonito moça, bjws, até breve; • Sem Guarda-Chuvas •

    ResponderExcluir
  3. Acho justo uma transformação, mesmo que, no final, seja para seguir juntos sob o mesmo teto. A vida ainda vale a pena ser vivida.

    Boa sorte, querida!

    ResponderExcluir
  4. você tem uma sensibilidade, uma delicadeza que eu gosto - já te disse isso?

    e o amor pode ser isso, pode ser tudo isso, pode ser só isso. e é tão bom!

    ResponderExcluir
  5. Bacana, menina!!!

    Esse texto me fez lembrar de uma coisa: a vida não é "ser"... a vida é "estar"...
    Então, que esteja feliz! que se nutra dessa felicidade!
    Beijos! e muito sol!

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)