10.10.12

One day

Percorri rapidamente as estantes da biblioteca em busca de algo leve, muito bobo e alegre para me fazer companhia nos próximos dias e para curar a melancolia que estava sentindo após ler Heavier than Heaven. Eu tinha a intenção de encontrar a Meg Cabot, mas acabei encontrando a Anne Hathaway na capa de outro livro e resolvi pegá-lo achando que história seria parecida com uma daquelas aventuras adolescentes da querida princesa de Genóvia. O nome do livro era “One Day” e, para o meu propósito inicial de leitura leve, eu não poderia ter feito escolha pior.

Emma Morley me fez refletir sobre tudo que eu fiz até então e sobre tudo que pretendo um dia fazer. Me fez pensar em como eu era há dez anos, nos meus sonhos e nas minhas perspectivas para o futuro e, acima de tudo, me fez chorar com a triste imprevisibilidade das despedidas.

3 comentários:

  1. Eu amooo One Day. Sou completamente apaixonada pela Emma, a força dela, a fraqueza, enfim, vitórias e conquistas me aproximaram delas. Me identifiquei tanto com ela que... enfim, sofri com tudo o que ela passa como poucas vezes sofri num livro.

    engraçado ler este post agora. acabo de recomendar o livro para uma amiga.

    beijoca

    ResponderExcluir
  2. Esse livro eu nao li, mas nao estou com vontade de chorar esses dias... ou melhor dizendo... ja chorei pelo mes de outubro inteiro! pode deixar pra Novembro?

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)