3.12.12

December


Tantas coisas aconteceram desde o último dezembro, tantas, que não tem como não reconhecer que, apesar de tantos altos e baixos, foi um ano de muitos progressos. Dois mil e doze nem de longe foi um ano fácil, muito pelo contrário, foi um ano que me testou psicologicamente todos os dias, consumiu todas as minhas forças e me levou ao martírio diário da dúvida.
               
Dois mil e doze foi um ano de muitos nãos, muitas tentativas frustradas, muitos dias esperando respostas que nunca chegavam, muitos questionamentos, muito choro, muito medo e, consequentemente, muita coragem para reverter a situação e encarar o eterno recomeço, o acreditar no outro dia. A pele calejada já não reconhece a dor, o que ajuda a seguir em frente e a não sofrer tanto com os espinhos. Aos poucos, começo a enxergar tudo com outros olhos.

Entre um dia e outro, uma alegria me incentivava a seguir em frente. Segui, algumas portas se abriram e recebi alguns sins, que fizeram esse perrengue todo valer a pena. Conheci pessoas legais, recebi carinho e apoio através de palavras que chegavam dos mais variados lugares, tive dias bons e aprendi um bocado. E chegou dezembro outra vez.

3 comentários:

  1. O meu 2012 também foi assim... é o que me entristece é que não há esperança no 2013, pois o 2011 também foi assim... eu digo sempre: se fosse para ser fácil, não era para ser para mim.
    bj
    Drika
    http://pictureofmyowndrika.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Drika, desejo muita força e muita coragem para você continuar nessa luta.. Não vai ser fácil, mas o resultado será lindo. Você vai ver.

      Um beijo

      Excluir
  2. Ainda bem que, apesar de tantas dúvidas, choros e tristezas, pode-se chegar à conclusao de que valeu a pena. Ao menos pelo lado bom.

    Um beijo, minha querida.

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)