10.12.12

White Rabbit


Eu fui uma criança chata para comer, nada mais normal já que criança não é criança de verdade se não tiver uma chatisse dessas associada a sua micro pessoa. O maior problema da minha vida eram aquelas coisas verdes sem graça e aquelas rodelinhas de cebola que – argh – faziam aquele barulhinho insuportável quando eu mordia sem querer. Era um chilique na certa. Minha família merece ir para o céu sem escala.


O tempo passa e você finalmente percebe que aquele seu sonho infantil de só se alimentar de brigadeiro, pizza e sorvete de chocolate pelo resto da vida não daria mesmo muito certo e que, se você quiser sentir aquele tempero de casa, o mesmo que você tanto esnobou quando criança, vai ter que chorar muito cortando cebolas brancas e roxas. Você também percebe que cresceu quando se vê voltando do supermercado com as sacolinhas lotadas de frutas, verduras e cogumelos. 

Confesso que cebola foi algo que comecei a aceitar há muito pouco tempo, só depois que entendi o milagre de cada dia do trio parada dura da cozinha: cebola, alho e sal. Não tem erro. E além dos alhos e pimentões que sempre existem por aqui, descobri um amor maior chamado cogumelo, que deixa qualquer coisa melhor ainda do que poderia ser. Sempre que como um pedacinho, me imagino no país das maravilhas ao som de Jefferson Airplane.

A cada domingo, enquanto compartilho os meus avanços culinários durante as nossas horas de conversas, minha mãe dá gargalhadas e dicas preciosas de sobrevivência. Meu pai não acredita até hoje que eu “cozinho” alguma coisa e sai de cena achando graça. Detalhes, meros detalhes dos dias que passam e que se enchem de lembranças.

When logic and proportion
Have fallen sloppy dead
And the White Knight is talking backwards
And the Red Queen is "off with her head!"
Remember what the dormouse said:
"Feed your head! Feed your head"

5 comentários:

  1. Até nossos gostos por comida mostram quem somos...

    Saudades de passar por aqui!

    Bjs
    Aline
    http://www.alinenetto.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu ia mesmo falar da musica do Jefferson Airplane... =)
    Olha, amor eterno pelos cogumelos daqui... sao tantos e tao saborosos, não eh? Uso em tudo! Alho e cebola.. amigos para sempre! Pimentão não consigo, coisa muito ruim! blergh...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luana, também detesto pimentão cru, mas refogado até que ele dá um toque especial ao tempero!
      E cogumelos são TUDO! <3

      Quero saber da viagem!!!
      Estão todos ansiosos pela atualização do blog!
      Beijo!

      Excluir
  3. Estou morrendo de rir...

    Lembrei-me do tempo em que era criança e a morria de vontade de ter um emprego para ter dinheiro e poder comprar latas e mais latas de leite condensado e poder tomar tudo sozinha, sem ter que pedir para ninguém.

    Daí eu cresci, posso comprar um estoque inteiro de latas de leite condensado e não posso tomar nem uma sequer...

    Oh, que lástima!....

    É a vida....

    Beijos!

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)