4.1.13

On the road


Eu já aprendi há muito tempo que mudanças não acontecem assim da noite para o dia. Quando a empolgação acaba e quando a preguiça chega, voltar aos velhos e confortáveis hábitos é um convite irrecusável. O jeito é aceitar que, apesar de deixar os olhos sempre atentos ao futuro, definitivamente precisamos viver um dia de cada vez.

Quando analisamos o ano que passou é inevitável perceber que muito da nossa coragem se perdeu, mas muito se ganhou em outros aspectos, principalmente em calos e experiências. Muito do que se queria já não se quer mais e é aí que mora o detalhe mais complicado da história. No momento nós estamos tentando descobrir se o que a gente queria antes ainda é importante para o que nós somos hoje e para o que achamos que queremos para o nosso futuro. Será que vale mesmo a pena insistir nesse caminho ou será melhor começar tudo de novo, do zero?

Não tem sido fácil se orientar enquanto ainda estamos no olho do furacão, mas estamos tentando. O mais importante, e o que a gente não vai abrir mão, é o fato de seguirmos lado a lado. Conversamos bastante nos primeiros dois dias do ano e, apesar da nuvem de incertezas e da ainda total falta de perspectiva de conseguirmos retomar ao nosso plano inicial – o qual nos fez colocar a vida em duas malas em março de 2011 – decidimos juntos que vamos tentar voltar para a nossa estrada. O resto se ajeita durante o caminho, sempre se ajeita. Assim espero. :)

3 comentários:

  1. Preguiça é um mal que me atinge também. Mas tb gosto de ter objetivos pq elas que fazem a gente seguir em frente. Não é que temos que estar insatisfeitos todo o tempo, mas as mudanças acontecem pelas insatisfações, mesmo qdo as coisas andam boas demais.

    Sorte pra vcs

    Kisu!

    ResponderExcluir
  2. Eu também já aprendi essa lição. O duro é que eu ainda não assimilei. Sempre quero que tudo aconteça de hoje para ontem. E ai me frusto fico com preguiça e me arrasto.
    Enfim... Que as coisas se ajeitem da melhor maneira.
    Bejo

    ResponderExcluir
  3. Viver um dica de cada vez sem afobação é a melhor coisa a se fazer. Beijos

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)