22.2.13

Olhe para o lado


Eu voltava para casa quando vi uma das imagens mais lindas se revelando ali, despretensiosamente, ao alcance dos meus olhos. Era fim de tarde e os raios dourados de sol ultrapassavam as nuvens e deixavam um efeito lindo no céu. Foi um espetáculo digno de aplauso, mas me contive e contemplei tamanha obra de arte em um respeitoso silêncio.

Durante os minutos em que deixei a minha leitura de lado e olhei pela janela, sorri em paz e agradeci a oportunidade de ter visto tanta beleza com os meus olhos. Depois eu me imaginei velhinha contando a história de um dia, de quando eu era jovem e voltava para casa do trabalho em um dia ensolarado de inverno. Sempre fui boba e sempre imaginei coisas assim, desde pequena.

Enquanto todas essas coisas aconteciam na minha cabeça, olhei discretamente para as pessoas que estavam comigo naquele ônibus para ver se alguém se iluminava como eu. Eu nem precisava ser tão discreta já que todos estavam de cabeças baixas, olhando fixamente para algo muito mais importante que aquele céu todo. Lamentei um pouco o fato de algo tão bonito ter sido ignorado e me peguei pensando em todos os detalhes da vida que as pessoas andam perdendo de vista por aí.

Lembrei imediatamente de uns dias atrás, de quando eu e minha gerente saíamos estressadas do trabalho e a lua já estava alta no céu. Em meio às nossas reclamações, eu disse que estava feliz por estar indo para casa e elogiei a beleza da noite. Ela olhou para a lua, e sorriu enquanto confessava que há meses não olhava para o céu. Depois disso, esquecemos o stress e passamos a conversar sobre coisas bonitas. Desde esse dia ela pede que eu a faça companhia no trajeto de volta para casa.

Pode parecer besteira, mas nesses tempos de capturas instantâneas e filtros brilhantes, esqueça a máquina e olhe um pouco para o lado. Veja o vento balançando as folhas das árvores, as sombras dos prédios sendo projetadas nas calçadas, as pessoas caminhando apressadamente. Veja a vida acontecendo de verdade. Escreva hoje as histórias que você irá contar amanhã. 

5 comentários:

  1. Essa semana estava almoçando e olhei pra fora.. Nevava e fazia sol! E eu sorri e agradeci a Deus pela vida que eu tenho e pelo mundo maravilhoso que Ele fez, onde posso ver floquinhos de neve sendo iluminados pelo sol.

    =)

    ResponderExcluir
  2. É verdade, estamos dando atenção e dedicando muito do nosso tempo ao que não é realmente belo. Vou procurar olhar com mais cuidado o que está a minha volta.

    Eu me projeto o tempo todo na velhice, sempre penso o que vou achar das escolhas que faço quando eu chegar lá.

    ResponderExcluir
  3. Olha, eu sempre, desde pequena que olho a paisagem de todos os lugares que eu vou. Foi assim que decorei o caminho para a casa da minha vó quando meus pais me levavam de carro. tinha vezes que eu ia o trajeto todo com os olhos fechados e abria de tempos em tempos para ver se batia onde a gente estava. Muitas das vezes eu acertava. Uma das coisas que o meu namorado me disse quando me chamou pra vir morar com ele aqui foi: "vc vai amar esse lugar pq se vc já fica besta com a paisagem de SP que é um lixo, aqui vc vai ter um treco". Dito e feito. Me sinto assim sempre e vivo postando foto da minha janela auhauahuahu

    Kisu!

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho essa mania, desde pequena, de imaginar as coisas lá para frente também. E, de um tempo para cá, eu tenho me obrigado a observar mais em volta e admirar pequenas maravilhas. Depois que me mudei para um apartamento perto do mar, é quase impossível não suspirar com o sol nascendo em cima das ondas e com a lua, fazendo o mesmo. Tão mais bonito essa beleza vista ao vivo e em cores do que por fotos instantâneas: elas passam a imagem, mas jamais serão capazes de passar emoções.

    Adorei teu relato. Fui me arrepiando em cada linha.


    Beijinho, MF.
    Palavras e Silêncio

    ResponderExcluir
  5. ah, e eu sempre admirei tanto os puros de alma. esses tão sensíveis, que se tornam raros! a vida tem seus modos de nos presentear, mas cabe a nós os enxergarmos!

    beijoca

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)