11.2.13

Uma outra estação


Apesar de todas as mudanças, a minha alma de duzentos anos continua refletindo a mesma imagem infantil e desgrenhada no espelho. Aqui dentro, tudo era tempestade e raios e trovões de lágrimas e muito, muito medo. Era o terror da dúvida paralisando todos os meus atos e meus sorrisos. Era do verbo não ser mais. Ando feliz e contando os dias para bater asas outra vez. 

Um comentário:

  1. Tem vezes que eu me sinto exatamente assim, mas geralmente fico em depressão. Quero poder urgentemente fazer alguma coisa e parece que eu fico estagnada.

    Bom vôo pra vc

    Kisu!

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)