26.3.13

Sonho de uma noite de verão..


[..ou delírios de uma manhã de inverno]

Chuvolândia, 26 de Março de 2013

Querida eu mesma daqui a alguns anos, 

Pare agora de chorar e se lamentar por conta do calor insuportável que você está sentindo nesse momento, seja lá onde você estiver. Lembre-se que o inverno é lindo nos filmes de natal e nas produções elegantes das vitrines das lojas devidamente aquecidas, mas ele é um saco. Eu sei que nesse momento você está sendo tentada, mas não adianta se iludir. Eu vou ser muito clara: você o d e i a o inverno.

Você está escrevendo essa cartinha amorosa aqui com tanto ódio no coração que bastaria um sopro seu para congelar o fogo eterno de Mordor. Você está com o rosto inchado e sofrendo mais uma crise de sinusite, que já fez com que você cogitasse a proeza de cortar o seu nariz fora com uma faca de pão. Você está descabelada, com dor de cabeça, com febre, com frio – porque essa porra desse flat só vai esquentar quando eu colocar fogo no colchão – e extremamente elegante com uma meia de cada cor nos pés porque você simplesmente não sabe onde o saco de meias foi parar nesse furdunço de malas e sacolas espalhadas pela casa.

Lembre-se dos dias frios que você viveu nos seus vinte e tantos anos, lembre-se da agonia que era precisar sair de casa com aquele vento congelado cortando o seu rosto e rasgando os seus pulmões, lembre-se daquela enxaqueca diária, lembre-se do caralho dessa chuva que não para nunca mais de cair, lembre-se que você passou meses sem ver os próprios pés. Lembre-se que no frio de verdade ninguém fica elegante com esses casacos horrendos. É tudo mentira, é tudo pinterest. Portanto querida, ligue o ventilador no três, agradeça por cada gotinha de suor do seu corpo e seja feliz.

Beijo de mim mesma com 27 anos.

-- 
ps: Você vai ver que é março e que já era pra ser primavera, né? Pois é. Primavera tem, mas acabou. A essa altura você já deve saber o motivo da baderna climática que tá rolando solta nos quatro cantos do mundo nesse momento. Vai ser tudo culpa nossa, eu sei.

6 comentários:

  1. Também não gosto de frio, não acho elegante, acho clichê.
    Gosto de dias comuns, sem sol, sem chuva, com tempo ameno. Nem frio, nem inverno, apenas sol e vento.
    Assim, nada reclamar da vida.

    ResponderExcluir
  2. Não vou pedir neve, mas ficar no calor também é dureza. No apartamento que eu morei em Recife, até embaixo do chuveiro a gente sentia calor e suava...

    ResponderExcluir
  3. Continuo sendo Lara.

    Larissa é só a opção verdadeira e mais séria ;)

    ResponderExcluir
  4. Poderia escrever isso pra mim mesma... mas como uma velha rabugenta auhauaha

    Kisu!

    ResponderExcluir
  5. Confesso que ri imaginando você com uma meia de cada cor...
    Eu não gosto de frio ao extremo, nem de muito calor...

    Bjs

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)