26.8.13

Da matéria

Enquanto vejo a minha “vida material” inteirinha se fechando em duas malas de vinte quilos cada, concluo sorrindo que o meu tesouro é mesmo outro, imensurável.

2 comentários:

  1. Verdade, as outras bagagens mais importantes são as que estão na memória.

    Kisu!

    ResponderExcluir
  2. Os verdadeiro tesouros não cabem em malas, e nem são fechados em locais.

    são nossos, e nos deixam felizes por si só.

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)