14.11.13

Das novelas

Tem um moço de uns quarenta e poucos anos na turma de alemão que não é muito normal, mesmo. Ele tem um comportamento muito bizarro e todos os dias ele chega contando uma história esquisita sobre alguma coisa surreal que aconteceu com ele. A cada dia que passava, ele ia revelando um pouco da sua história e nós, de certa forma, tentávamos continuar agindo com a maior naturalidade possível. Nós já estávamos convencidos de que muitas das histórias eram frutos de um trauma de guerra, já que ele vem de um desses países que recentemente esteve em conflito.

Um belo dia, quando a gente pensava que já tinha escutado de tudo, ele revelou para a professora, em frente a todos na sala de aula, que a esposa dele não permitia que ele falasse ou tivesse contato com mais ninguém além dela. Mil e uma maluquices e constrangimentos depois, ele chegou hoje com a esposa a tira colo. Ninguém entendeu nada e a professora saiu da sala para conversar com eles. Minutos depois todos voltaram para a sala e o clima ficou desconfortável durante muito tempo.

Ela, a esposa, não falou com ninguém. Entrou e saiu de cabeça baixa na sala, sempre seguindo os passos dele com o olhar. O detalhe é que ela é alemã, e fala alemão obviamente, mas parece que vai continuar indo para a aula nos próximos meses. As pessoas são capazes de fazer coisas muito engraçadas “por amor”. Se nós ainda estamos no A2, imagina só o T-É-D-I-O que essa moça vai sentir diariamente nos próximos meses.. Coitada.


--
ps: Acho que ficou bem claro que nós nos deparamos com duas pessoas que precisam urgentemente de acompanhamento psicológico. Não sei ainda se a escola vai interferir de alguma maneira nesse assunto, aliás, nem sei se a escola “pode”. Nesse mundo maluco de hoje, tem que ter muito jogo de cintura para lidar com essa loucura comumente confundida com amor.

2 comentários:

  1. É mesma coisa que levar a mãe pra entrevista de emprego: constrangedor pra pessoa e não pra ela rs

    Kisu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Levar a mãe pra entrevista de emprego!!!
      Dessa eu nunca ouvi falar :O

      hahahahaha

      Excluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)