25.11.13

Dos recados

Eu sinto sempre uma felicidade imensa quando presencio algum acontecimento bonito a minha volta. Ter tido o privilégio de transitar entre o mar e o sertão quando criança me ajudou a aprender a observar e a respeitar o ambiente. A troca da maré, o céu azul a espera da chuva tão aguardada no sertão, o curso do rio já seco ou transbordante de fartura, a fruta ainda verde no pé, lama de manga pelo chão, o pôr do sol de cada dia entre tantas outras coisas sempre fizeram parte do meu caminho e, de certa forma, são importantes para mim.

É engraçado pensar que nos meus momentos mais difíceis, em que eu buscava alguma direção, sempre recebi um recado bonito da natureza, pedindo para eu tivesse um pouco mais de paciência. Ela sempre deu um jeito de me mostrar que os ciclos, o renascimento, as perdas, todas essas coisas fazem parte. Então eu me acalmo, confio, tento fazer minha parte e espero. Ontem à tarde, ganhei um arco-íris duplo, completo e perfeito do céu. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)