2.12.13

Dos rodopios

Me convidou para dançar mesmo confessando não saber direito os passos e a direção a seguir. Aceitei. Rodopiei. Sorri e suei. Dançamos e nos divertimos sem que ninguém soubesse, olhasse ou percebesse e foi muito bom. A vida é isso. É saber aproveitar uma tarde fria e chuvosa de outono lá fora de uma maneira pulsante, quente, alegre e dançante, mesmo sem saber para que lado girar. É abrir a cabeça, se desvencilhar de velhos preconceitos e arrastar o pés de acordo com cada canção-desejo-coragem-coração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)