19.2.15

Do carnaval

O feriado de carnaval por aqui foi no calor do sertão central do Ceará. Teve chuva e arco íris ainda no início da estrada, mas a medida que nos afastávamos da zona litorânea, a realidade mudava de cor. Eram rios e riachos completamente secos, e muitas cisternas aguardando a água da chuva que ainda não chegou por lá.

Eu sou completamente apaixonada pela paisagem do sertão, sempre fui. O céu mais bonito que existe é o de lá, além de ser a morada do sorriso mais sincero e do acolhimento único que só quem conhece a dificuldade de sobreviver com quase nada pode proporcionar. Falta água, mas isso não é novidade por aqui. É difícil, mas eles sempre dão um jeito de insistir e lutar.

Teve também bola rolando no campinho de pedras, teve expedição no mato, teve observação de céu a noite, muita estrela cadente, raios e objetos não identificados clareando o horizonte sem fim. No alto do cruzeiro, olhando o sol ir embora entre as montanhas de pedra, com o chinelo cheio de espinho de mandacaru e com meu graveto na mão, me senti tendo dez anos outra vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)