13.3.15

Do pé

Tenho a mania de colocar sempre o pé direito no chão ao levantar, mas também nunca reparei se acordar com o pé esquerdo trouxe, efetivamente, algum problema ao meu dia. Pé direito ou esquerdo não garantem que as próximas horas sejam perfeitas. Tem trânsito, tem ônibus lotado, tem estresse, tem pneu furado, tem cocô de cachorro estrategicamente posicionado na calçada, entre outras pequenas desagradáveis surpresas do dia a dia.

Basta uma coisinha fora do planejado acontecer e lá vem o injustiçado pé esquerdo levar a culpa de tudo de ruim que ocorreu pelo caminho. Nessa hora, ninguém se lembra que foi o pé direito que primeiro tocou o chão. Acredito que o pé não interfira tanto assim no acontecimento das coisas, a não ser que você escorregue, machuque ou, infelizmente, quebre o pé ou algum dedinho. Nesse caso sim, o pé – direito ou esquerdo – vira o motivo de todo o cuidado e atenção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)