25.3.17

Dos voos

Em 2011, exatamente nesse mesmo dia, embarcávamos para a nossa aventura no velho mundo. Foram três meses que se transformaram em quatro anos de crescimento e de experiências incríveis. Basta fechar os olhos para reviver o primeiro dia, o primeiro café da manhã e a primeira caminhada pela cidade. Tudo era incrivelmente mágico e eu não conseguia acreditar que estava lá depois de tanto tempo, tantos planos e tantos adiamentos.

(…)


Foi incrível, mas não me arrependo de ter voltado, apesar do cenário atual, das lamentáveis últimas notícias e de todos os pesares envolvidos. As experiências profissionais e pessoais que vivemos aqui nesse momento também foram muito desejadas e planejadas. Não sabemos ainda o que será de nós nos próximos anos, mas sinto que é como se estivessemos novamente na fila, aguardando a nossa vez para pular no trampolim de novas possibilidades.





---
ps: E a vontade de colocar o circunflexo no título? =P

2 comentários:

  1. Fazia tempo que não vinha te ler...saudades!
    Voltou para o Brasil?

    ResponderExcluir
  2. O importante é a gente viver tudo o que a vida tem a nos oferecer sem perder as oportunidades de experimentar o novo, mesmo que a gente se arrependa depois.
    Beijo

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)