7.10.17

Das pistas

Tenho encontrado diariamente algumas pequenas pistas mostrando que estou no caminho que escolhi como correto. Sigo por alguns dias na névoa da dúvida, vacilando entre um passo e outro, temendo escorregar desfiladeiro abaixo. A subida tem sido muito íngreme, tenho machucado meus pés e o cansaço me faz querer desistir, mas sigo forte agarrando com unhas e dentes o que pode servir de apoio para o próximo passo.

Outro dia pulei de felicidade ao reconhecer mais uma possível pequena migalha no chão comprovando que as voltas foram sim muito necessárias. Como a vida é clichê e engraçada! Só agora eu poderia estar onde estou, só agora aparecem os elementos necessários para realizar aquilo sempre guardei aqui no campo das ideias e que nunca encontrei oportunidade sequer para verbalizar.

É difícil escolher um caminho diferente dos demais, já que para muitos é inaceitável compreender que fracasso e sucesso são apenas pontos de vista diferentes daquilo que o outro projetou para si. Mas sigo em frente sempre atenta às migalhas na floresta de sonhos e medos, acreditando que busco o que acredito que é o essencial e o mais correto para mim.


2 comentários:

  1. é querida, a vida tem dessas andanças malucas. ora você tá aqui,ora ja não está mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E essa é mesmo uma grande verdade, José. Que possamos então apreciar o nosso caminho. :)

      Obrigada pela visita e pelo comentário!

      Excluir

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)