30.6.20

Das velas

Junho vai embora nos mostrando, mais uma vez, que o tempo não espera por ninguém. Ele vai passar de qualquer forma enquanto não seguimos os nossos planos, adiamos decisões, não mudamos os caminhos e não criamos coragem de ser o que queremos. Passou. Por aqui, apesar dos tropeços e com muita insistência, até que alguns planos pequenos e bobos estão saindo do papel. Outros se perderam em rascunhos mal desenhados, mas tudo bem, não era para ser agora. Sigo comemorando cada pequena vitória e agradecendo a Deus todos os dias por estarmos vivos e com saúde. 


Amanhã começa o segundo tempo dessa loucura toda que tem sido 2020 e a notícia boa é que ainda dá sim para ajustar as velas em busca de um sopro a mais de incentivo para buscar o que a gente quer. A gente sabe e sente que não vai ser fácil, mas é melhor reclamar tentando, fazendo o possível, errando e crescendo que ficar parado vendo esse tempo passar. Vai passar. Para esse segundo semestre, eu renovo o compromisso que fiz comigo no início do ano e espero que em dezembro eu possa voltar aqui para agradecer e comemorar cada flor que desabrochar pelo caminho. Que venham os novos ventos, que seja o que Deus quiser.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! :)